A Representação Da Arte E Como É Compreendida por Cada Um

A Representação Da Arte E Como É Compreendida por Cada Um

A representação das emoções humanas é chamada de arte, que pode ser observada em sua cultura ,história e alguns valores estéticos como: a harmonia, a beleza e o equilíbrio. A arte surgiu há milhares de anos, e desde então vem evoluindo e ocupando um grande e importante espaço na sociedade, uma vez que algumas formas de representação de arte se tornaram indispensáveis em nossas vidas. Um exemplo disso é a música, que além de nos deixar felizes, é praticamente impossível se imaginar em um mundo sem a música; um exemplo disso são os filmes que não passariam a mesma emoção sem a sua trilha sonora.

Porém, algumas pessoas não conseguem entender o valor da arte e não demonstram nenhum interesse a movimentos ligados a ela, mas o que essas pessoas não imaginam, é que a arte não está restrita às esculturas e pinturas, como pensam. Para compreender a arte, é preciso olhar ao redor e perceber que ela está em todo lugar, representada das mais diversas formas, desde o filme que você assiste, a apresentação de dança ou de teatro de um filho na escola, no livro que lê e na música que é ouvida, esses são alguns dos exemplos mais populares.

Nos dias atuais, podemos dividir, de maneira bem grosseira, a arte em três períodos: o clássico, o moderno e contemporâneo. A opção pelo que mais te agrada vai depender muito de você, lembrando que todos são lindos e legítimos na suas propostas. Qualquer pessoa pode se informar sobre elas e apreciar aquela que mais se encaixa com sua percepção de arte, e por que não, com as três?

A Importância Da Compreensão Da Arte

O filosofo, Thomas Morris, declarou que “Deve-se compreender a arte, para que se construa uma sociedade ideal”. Fazendo uma analogia ao seu pensamento, observamos que ele desenha através de sua utopia um modelo de sociedade justa e equilibrada. Na busca por esses valores devemos compreender a arte,não apenas como contemplação estética, que deixou de ser suficiente, mas como um mecanismo para alcançar valores nos seres humanos.

Além da busca por valores intangíveis a arte está, cada dia que passa,mais ligada aos serviços de causas sociais. Por esse motivo, podemos dizer que, hoje, as pessoas não apenas recebem a arte como também dialogam sobre ela, e com ela, e passam a discutir sobre os temas como existência e essência.

A arte, nos dias atuais, passou por algumas mudanças na sua compreensão. Os românticos, por exemplo, acreditavam que o valor supremo da arte era o belo e isso foi defendido grandemente por artistas maravilhosos como Leonardo da Vinci e Michelangelo. Entretanto, cada vez mais, a arte tem ganhado novos papéis na sociedade se tornando, inclusive, uma expressão de busca por melhorias sociais e políticas.

Entender e compreender a arte é saber que ela precisa ser vista na perspectiva de contágio, como citado na tese de Tolstói, que defende que a arte deve contagiar determinados sentimentos do leitor, ouvinte ou espectador. Passando através desses sentimentos, uma conotação moral positiva.

A arte precisa ser compreendida de todas as formas e perspectivas possíveis, para que mais do que aprender a falar a língua do criador, o receptor aprenda como dialogar e inserir suas interpretações. Dessa forma, contribuir para um debate marcado pela pluralidade de pensamentos.

Em suma, podemos afirmar que a arte é uma verdadeira aliada do ser humano, tornando a vida mais alegre e interessante. Um mundo sem arte seria um mundo sem graça e triste, sem cor, sem plateias, risos, espetáculos, sem música.

Precisamos entender e compreender que sem a arte, nossos dias perderiam o brilho, pois a vida não se resume em apenas trabalhar, precisamos ver a beleza que ela nos oferece, e sem a arte estaríamos fadados ao tédio. Nossos olhos perderiam o brilho sem as belezas que ela nos oferece, nossos ouvidos perderiam as emoções que as músicas nos trazem, envelheceríamos mais rápido se não tivemos o prazer da gargalhada quando assistirmos um espetáculo.

A arte existe para que possamos gozar do melhor que o ser humano pode oferecer e para termos prazer na arte de viver.